Celsio Jones Alegria actual técnico informático e Consultor. Administrador do Blogg...

INF

Pretendes ter um Site/blogg como este? ENTRE EM CONTACTO
Copyright ©2015-2016 Celsio Jones Alegria. Tecnologia do Blogger.

Pesquisar na Wikipedia

Resultados da pesquisa

What's Trending in Videoism

Popular Posts

Inscreva-se via e-mail

Assine a nossa newsletter para receber as atualizações mais recentes para sua caixa de entrada . ; - )

O seu endereço de e-mail está seguro com a gente!

Rate this Theme

Techonlogy

Subscribe Here

Sponsor

About

Kategori

Kategori

Recent Comments

Hello there!

Olá Seja bem vindo ao meu blogg espero que gostes e me ajuda a fazer crescer o blog

Acerca de mim

Minha foto

Sou um Web Designer, Construtor de Sites e Bloggs...
Celsio Jones Alegria, Solteiro de 19 anos de idade, nascido em Angola, morada actual Moxico, actual formador de Informática e Consultor do Clese. Desenvolvedor de sites Web. Estudante do curso de Ciências Humanas. Idiomas falado é, Português falado e Escrito Fluentemente, Inglês e Espanhol básico...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contact us

Translate

Social Share

Ads

Popular Posts

Newsletter

Subscribe Our Newsletter

Enter your email address below to subscribe to our newsletter.

Search Me

About Us

Popular Posts

Most Popular


Como Criar Um Blogger no Blogger

Como Criar Um Blogger no Blogger

Criar um Site no WordPress

Criar um Site no WordPress

Crie Um Site Grátis Hoje Mesmo no Wix

Crie Um Site Grátis Hoje Mesmo no Wix

Como criar um site grátis em 7 minutos

Como criar um site grátis em 7 minutos

Qual a diferença entre um Blog e um Site?


Qual a diferença entre um blog e um site?
 
Uma dúvida muito comum para maioria das pessoas é "Qual a diferença entre um blog e um site?"
Tecnicamente, os dois são similares, pois são compostos de páginas HTML e são acessados através de um endereço de internet.

O que diferencia um blog de um site é a maneira pela qual o conteúdo é gerenciado e a interação com o público alvo. Para facilitar o entendimento, vamos fazer algumas analogias:

O site é como uma apresentação corporativa da empresa, portanto é mais formal do que um blog.

O blog é como um amigo que entende muito sobre um assunto e gosta de compartilhar dicas com seus amigos, portanto é mais informal do que um site e quem gerencia um blog em geral possuem autonomia total para publicar suas opiniões.

Neste artigo vamos comparar algumas diferenças fundamentais entre blogs e sites para entender como utilizá-los da forma adequada para sua empresa.

Diferenças entre Blog e Site

A tabela abaixo ilustra as principais diferenças entre blogs e sites. Lembro que, atualmente, muitos sites são atualizados com frequência.




BLOG SITE
Objetivo Informar e interagir com clientes e pessoas interessadas no tema do blog. Informar produtos/serviços da empresa e potencializar negócios.
Estrutura Navegação muito simples com posts ordenados por data e classificados por categorias. Navegação mais rígida e formal. Possui uma Home Page para destacar as principais áreas do site.
Conteúdo Mais informal e focado em um tema específico. Atualizado com grande frequência. Mais formal e com fluxo de aprovação mais rígido. Atualizado com pouca frequência.
Quem gerencia Em geral, uma ou mais pessoas especializadas no tema com total autonomia publicação. Área de marketing. Muitos são estáticos e dependem de produtoras web para ter seu conteúdo alterado.
Interação com o público Os comentários são a grande característica dos blogs. Os visitantes podem comentar os posts e dar opiniões, seja contra ou a favor do coteúdo. A interação com o site em geral são através de formulários de contato, e-mails, e quando muito com atendimento via chat.
Divulgação O blog tem visitas com origem no site principal, mas muitas delas são de visitantes frequentes e, muitas vezes, do Google. O Google gosta de conteúdo frequente, portanto os blogs são muito encontrados nas buscas. Muitos blogs são promovidos de forma "viral". Divulgação oficial da empresa. O site também é encontrado no Google, mas em geral tem menos apelo "viral".
Facilidade para desenvolvimento É possível criar um blog em minutos usando plataformas gratuitas de blogs como http://wordpress.com ou http://www.blogspot.com. O WordPress também pode ser instalado FACILMENTE no seu domínio (http://br.wordpress.org/). Mais complicado, pois envolve a participação de muitas pessoas. Em geral, é desenvolvido por agências digitais.

Fonte: Forma Criativa

Programador – Quanto ganha e o que faz?

Programador – Quanto ganha e o que faz?


A profissão de programador está diretamente relacionada a TI (Tecnologia da informação) e nesse artigo vamos mostrar os principais pontos para você que tem dúvidas ou quer saber mais.

O programador é o profissional que tem a responsabilidade de escrever rotinas e instruções em linguagens de programação, mas o que é programação?
Antes de explicar, esse artigo faz parte de uma série de artigos sobre as profissões de TI, então provavelmente você vai querer ler também os artigos que estão relacionados abaixo:
Programação é a codificação de instruções lógicas com o objetivo de executar determinadas sequências de ações, criando assim o que é chamado de programa ou software.
Se você ainda não sabe programação, você pode se interessar por esse artigo que fala como aprender a programar.
Existem diversas linguagens de programação, que são como uma grande biblioteca de funções, métodos e instruções para o programador desenvolver programas. Podemos destacar como as cinco linguagens mais populares atualmente:
  • C
  • Java
  • Objective-C
  • C++
  • PHP
Pesquisa realizada em 2013 pela comunidade de programação TIOBE

O que faz um programador?

O programador é responsável por seguir especificações para o desenvolvimento de partes de um produto de software, ou até mesmo, o software completo. Muitas vezes o programador vai trabalhar em equipe com outros programadores e profissionais da TI, ele deve estar apto a ler documentações de software e criar registros de mudanças num software (o que chamamos de log).
A profissão pode ser dividia em quatro categorias primárias:
 Programador Desktop
Programador de aplicações ou sistemas para ambiente local, ou seja, programas que vão funcionar em um computador ou numa rede de computadores, dentro de um sistema operacional como Windows, Linux ou MAC.
 Programador Web
Profissional responsável por programar websites ou sistemas web, os websites são caracterizados por funcionarem na rede mundial da internet e serem acessíveis de qualquer lugar.





Programador Mobile
O programador móbile é especializado com criar aplicativos para celulares e dispositivos móveis, ele pode trabalhar com uma das plataformas Android, IOS, Windows Phone ou Java entre outras.



Programador de Jogos
Responsável por desenvolver partes das instruções lógicas de um jogo digital, ou até mesmo, o jogo completo. Ele pode trabalhar com jogos para computador, dispositivos móveis, videogames ou jogos que rodam em websites como flash.







Existem outros tipos de programador, como o que trabalha com linguagens para banco de dados, esse programador é classificado como DBA (Database Administrator ou Administrador de Banco de Dados) mas isso é assunto para outro post.
Está gostando do artigo? Então participe agora da minha lista de e-mails para receber mais informações importantes.
Qual o salário do programador?
O salário do programador varia de acordo com a tecnologia que ele trabalha, abaixo listamos a tabela salarial de acordo com a pesquisa realizada pela empresa Trainning.
Programador .NET
  • Junior: 2.500,00
  • Pleno: 3.500,00
  • Sênior: 5.000,00
Programador ABAP
  • Junior: 4.000,00
  • Pleno: 7.000,00
  • Sênior: 9.000,00
Programador ASP
  • Junior: 1.500,00
  • Pleno: 2.000,00
  • Sênior: 3.000,00
Programador Delphi
  • Junior: 2.000,00
  • Pleno: 3.500,00
  • Sênior: 5.000,00
Programador Java
  • Junior: 2.500,00
  • Pleno: 3.800,00
  • Sênior: 5.500,00
Programador Mainframe
  • Junior: 2.000,00
  • Pleno: 3.500,00
  • Sênior: 5.000,00
Programador PHP
  • Junior: 2.500,00
  • Pleno: 3.500,00
  • Sênior: 5.000,00
Programador VB
  • Junior: 1.800,00
  • Pleno: 2.800,00
  • Sênior: 4.000,00
Os salários podem variar de acordo com a empresa ou especialidades do programador.
Requisitos necessários
Para ser programador é necessário ter faculdade? A resposta é não. Muitas empresas não exigem diploma de nível superior para contratar o programador, claro que o nível superior pode ser um diferencial para o candidato, mas o que é necessário mesmo é saber programar e algo que pode comprovar isso são projetos concluídos, experiência comprovada ou as certificações.
Certificações são provas onde o programador se submete para comprovar seus conhecimentos em determinada linguagem de programação ou tecnologia, mas antes de prestar a prova é necessário estar seguro de seus conhecimentos, pois o investimento é caro, para isso vamos indicar alguns dos melhores cursos para aprender programação.
Cursos de Programação
Caelum
A Caelum oferece ótimos cursos Java, é uma empresa reconhecida no mercado de trabalho e, além disso, ela te oferece apoio para estudar para tirar a certificação.
Ka Solution
Especializada em linguagens e tecnologias Microsoft, também oferece cursos específicos para quem quer tirar uma certificação.
Impacta
A impacta oferece cursos diversificados em linguagens como PHP, Java, VB e ASP.NET
O site ShowMeDo oferece cursos e vídeo aulas gratuitas para aprender a programar, é possível aprender diversas linguagens de programação disponibilizadas pelos próprios usuários no site, o site é em inglês.
O conhecimento da língua inglesa também é muito importante já que praticamente todas as linguagens de programação são em inglês, é necessário no mínimo um inglês técnico para ser um programador, o que é possível também é aprender inglês em conjunto com a programação.
Iniciativas para aprender a programar
Muitos consideram a programação como uma arte ou um dom, mas na verdade é uma habilidade que pode ser treinada. Existem iniciativas que defendem que a programação básica deveria ser ensinada nas escolas fundamentais, pesquisas afirmam que linguagens de programação, quando ensinadas para crianças, vão contribuir para o desenvolvimento do raciocínio lógico e inteligência do aluno.
Uma dessas iniciativas é a code.org. Apoiada por pessoas como Bill Gates, Mark Zuckerberg e Will.i.am a Code.org é uma organização não lucrativa que busca investir no crescimento do ensino das linguagens de programação. O seu lema é “Todo estudante em toda escola deveria ter a oportunidade de aprender a programar”.

Você quer ser um programador?

Clique aqui para ter acesso ao minicurso de programação grátis
Você que é programador ou estudante compartilhe conosco suas experiências deixando seu comentário

Leia mais em: http://www.adamsilva.com.br/profissoes/programador/

Web Designer – O que faz, onde estudar e qual o salário

 Web Designer – O que faz, onde estudar e qual o salário
Nesse artigo vamos conhecer qual o papel do web designer, quais programas ele utiliza para criar sites,  qual o salário do profissional, quais são os cursos e instituições onde é possível aprender web design e ainda uma perspectiva do mercado de trabalho.

O web design é uma área de estudo caracterizada pelo desenvolvimento de interfaces com o usuário em web sites e aplicações web. Podemos considerar o web design como parte do design gráfico, que é muito mais abrangente, pois envolve o desenho de qualquer tipo de layout, banner ou mídia computadorizada.
Este artigo faz parte de uma série de artigos sobre as profissões da área de TI, você também pode se interessar pelas seguintes profissões:

O que faz o Web Designer?

O profissional que estuda web design é então chamado de web designer, que é responsável por projetar e desenhar web sites, blogs, sistemas e aplicativos web. Seu papel é criar a interface gráfica do site, onde ocorrerá toda interação do usuário, portanto é importante que o web designer tenha em mente atributos como: facilidade de uso do site e emoções que o design pode despertar no usuário, dessa forma seu design será mais eficiente. Podemos comparar o designer a um artista.
 

Responsável por projetar e desenhar web sites, blogs, sistemas e aplicativos web (Fonte: portillodesign.com.br)
O web designer deve ser capaz de produzir layouts para sites e blogs e banners para divulgação na internet, também deve ter conhecimento, ao menos básico, em linguagens de programação como: HTML, CSS, PHP e ASP. É claro que a função do designer não deve ser confundida com a do desenvolvedor web, que é responsável pela parte de programação, mas muitas vezes os designers também acabam tendo que colocar a mão na massa.

Programas para Web Design

Todo profissional precisa de ferramentas de trabalho, e quando falamos em web design, não é diferente. Dentre os programas mais utilizados pelos profissionais atualmente estão:
Você deve estar se perguntando, qual desses programas é o melhor? A resposta é simples, o melhor é aquele que você sabe usar. Você pode se especializar em qualquer uma dessas ferramentas, o mais importante vai ser o seu conhecimento e a sua habilidade com o programa.

Qual o salário do Web Designer?

Segundo pesquisas salariais no grupo Catho podemos classificar o salário do web designer de acordo com o nível de graduação e experiência, além disso algo que fortalece a contratação é o profissional ter um portfólio de trabalhos concluídos e a remuneração também pode variar de acordo com a qualidade de sua arte. Veja abaixo a classificação salarial:
Nível Técnico: R$800 à R$ 1500
Nível Superior: R$2000 à R$6000
 

Cursos de Web Design

Para aprender a profissão você pode optar em fazer cursos simples, cursos técnicos ou de nível superior. Além de estudar é importante que o designer sempre pesquise novas tendências, pratique seu design e ganhe intimidade com suas ferramentas de trabalho. Vejamos abaixo alguns dos cursos para se tornar um web designer.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho na área de web design mostra-se bem aquecido, não faltam vagas e serviços para os profissionais bem qualificados. Segundo matéria publicada no jornal estadão, o profissional tem espaço garantido e pode ter mais oportunidade daqueles que optam pela carreira de direito.

 
Web designer tem espaço garantido no mercado de trabalho (Fonte: viuisso.com.br)
O web design pode seguir a carreira como funcionário em uma agência de desenvolvimento web ou então atuar como freelancer, tudo vai depender do seu perfil e de sua pretensão. Além do desenvolvimento de sites algo que tem crescido muito atualmente é a criação de layouts para blogs e também de mídias para redes sociais, cada vez mais surgem novas oportunidades para os designers.
Viu como a carreira de web design pode ser promissora? Você já é ou pretende ser um web designer? Compartilhe conosco nos comentários.
Proxima  → Inicio

Postagem em destaque

Web Designer – O que faz, onde estudar e qual o salário

Postagens populares

Total de visualizações

Translate